Abebe Bikila: contradições e reflexões.

Abebe Bikila Costa Santos, 20 de março de 1989, mais conhecido como BK, é membro do grupo carioca Nectar Gang e também apresenta sólidos trabalhos solo. O rapper, que possui uma carreia anterior como videomaker, já foi considerado uma das grandes promessas da cena do Rap Nacional e cumpriu as expectativas, sendo um dos, senão o maior, destaque de 2016.

Em março do referido ano, BK lançou seu álbum solo de estreia, Castelos & Ruínas, alcançando grande aclamação do público e conquistando diversos prêmios no cenário.
Um desses prêmios foi dado pela Red Bull, como o Melhor Álbum Nacional de 2016. No Genius Awards não foi diferente, BK foi o vencedor de todas as categorias nas quais concorreu: música solo do ano e com participação, disco do ano, e por aí vai. O rapper carioca fez barulho até na gringa, uma revista digital de Portugal mencionou o C&R como um dos 5 melhores discos de 2016.

Entretanto, BK não ficou em alta apenas pelo Castelos e Ruínas, mas por ter feito uma participação icônica em dois dos cyphers mais comentados de 2016, “Poetas no Topo” e “Favela Vive 2”.

Marechal não exagerou ao dizer, em sua inesperada faixa “Primeiro de Abril”, que BK era o futuro do rap. Seu trabalho como MC o fortaleceu como um dos principais nomes e referência da new school do Rap Nacional. Achou que exageramos? Reclame com BK.

https://genius.com/artists/Bk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s